fbpx

Dia 17 - Limpeza

Limpeza de espírito significa aproximar-se sem medo; é aceitar um olhar penetrante sabendo que nada se tem a esconder. A limpeza vem com a mente feliz, com a vigilância constante.

A felicidade da mente baseia-se na serenidade. Em não reagir impetuosamente aos humores e às circunstâncias nem recuar diante da adversidade ou saltar de alegria. É mover-se com maleabilidade. Uma maleabilidade na qual você apenas se move com o tempo, calmo, mas alerta. A limpeza também tem suas bases na satisfação dos sentidos – é quando os olhos veem o invisível e os ouvidos ouvem o inaudível. Penetrando nas sutilezas da vida, há felicidade. Quando as reações se baseiam não nas mensagens recebidas, naquilo que é de segunda mão, mas no conhecimento original e profundo, que é de primeira mão, há felicidade. Há felicidade quando a mente encontra a vida com frescor sem cair em padrões ou criar expectativas, mas por reconhecer o próprio valor de ser uma peça maravilhosa da maquinaria. Há felicidade quando a mente é nutrida.

Essa nutrição é uma checagem constante, uma vigilância contra impostores. Quando uma mente está funcionando perfeitamente, ela está alerta, mas algumas vezes, em seu silêncio, ela não percebe as ameaças superficiais, o fluxo interminável de pensamentos de outras mentes ao qual ela constantemente está exposta. Ela pode até imaginar que esses pensamentos são seus e em vez de imediatamente excluí-los, silencia-os. Isso é chamado de trabalhar com a sujeira. Tudo o que vem de fora e aterrissa na mente e se introduz nas suas reações é uma poluição do espírito. Estar alerta a isso é um desafio chamado vida.

Então, o que é limpeza? É sustentar plenamente quem você é, reagir do seu âmago, livrar-se da irrelevância, progredir em linha reta. E se alguém inspecionar, encontrará apenas trabalho duro e honesto que não se importa em ser observado, porque sabe que a perfeição está no horizonte. Um pouco distante, mas está lá.

Novamente, a fonte é o livro Beleza Interior, o livro das virtudes, da autora Anthea Church, editora Brahma Kumaris e edição eletrônica de 2013. Livro na amazon: http://a.co/fW3VFYA

87 sinônimos para 11 sentidos da palavra limpeza:

  1. Ato de limpar sujeira: faxina, limpa, limpadela, limpação, limpamento, limpadura, alimpa, alimpadura, higienização.
  2. Ato de arrumar algo desarrumado: arrumação, jeito, organização, ordenação, ajeito, ajeitamento.
  3. Asseio e higiene: asseio, higiene, alinho, sanidade, salubridade, asseamento, mundície.
  4. Ato de libertar impurezas: purificação, depuração, purgação, purga, expurgo, expurgação, saneamento, despoluição, mundificação, emundação.
  5. Roubo total: roubo, furto, desfalque, desvio, rombo, saque, pilhagem.
  6. Massacre: massacre, matança, chacina, carnificina, extermínio, trucidação, morticínio, mortandade.
  7. Capricho e esmero: esmero, capricho, apuro, cuidado, primor, perfeição, meticulosidade, correção.
  8. Limpidez e transparência: limpidez, transparência, clareza, claridade, nitidez.
  9. Decência e pureza: decência, pureza, inocência, castidade, virtude, honra, honestidade, honradez, integridade, dignidade, probidade, respeitabilidade.
  10. Falta de dinheiro: dureza, pobreza, privação, dificuldade, penúria, míngua.
  11. Desembaraço: desembaraço, desenvoltura, prontidão, agilidade, habilidade, despacho, ligeireza, vivacidade, airosidade.

Você já se deparou com algum conceito que foi socialmente imposto, ou algo da sua criação, que você incorporou a si como sendo seu, como sendo uma verdade absoluta? E que por algum acontecimento da sua caminhada, um gatilho geralmente, identificou que isso na verdade era um mecanismo de auto sabotagem, ou era na verdade um raciocínio ilógico ou falso? Quando a Anthea fala em “trabalhar com a sujeira”, é disso que ela está falando. Esses raciocínios não são seus, mas nós incorporamos isso na nossa casca, ou muito provavelmente nós já pensávamos assim uma ou várias encarnações anteriores. E essa criação ou sociedade, serviram para nos revelar isso para ser trabalhado, para evoluir. Então, revisando o conceito de limpeza espiritual, temos que nos desfazer, ou modificar, esses pensamentos, alinhando-os com nosso Espírito, nossa essência. Mas como fazer isso? Há várias formas atualmente de se fazer isso, mas a ideia central da maioria dessas formas é buscar no mais puro e essencial de nosso ser, pensamentos, sentimentos e consequentemente falas e atos alinhados com a essência, despidos dos rótulos... ir desfazendo..., descascando..., mudando os raciocínios que não estão com esse alinhamento.

Talvez ainda lhe pareça meio vaga essa explicação, então vamos colocar em termos mais práticos: é preciso que nossas falas e nossos atos sejam equilibrados, que ao falar, a nossa fala traga clareza de sentido para nós e para os outros, com o total entendimento que nós e outros são uma coisa só, que ao falar, carreguemos nossas palavras com energias e sentimentos que resgatem os laços entre as pessoas, que independe da qualificação do ouvinte, saberemos que aquilo que dissemos não tem “retorno negativo”, e se ainda assim houver, saberemos receber e obter disso opções de auto melhora, transformaremos em algo positivo e devolveremos de volta, sem sofrimento, sem rancor, apenas alimento emocional e energético da maior vibração que conseguirmos.

E como isso é possível? Mesmo estando em uma situação absurdamente imerso e preso aos problemas? Comece por mudar como você trata você mesmo, quantas e quantas vezes você já disse para si coisas que não tem coragem de dizer para outra pessoa? Críticas, cobranças, exigências, expectativas, etc.? Limpe-se dessas condutas, mude a forma de falar com si, elogie-se, não elogios vazios e fúteis, mas reconheça os sentimentos, e atos que você faz, e quando vier um pensamento de se denegrir, pense: você falaria isso para outras pessoas? Se a resposta for negativa, busque por um elogio, por um incentivo, reveja a situação em busca de algo positivo e consistente para afirmar para si mesmo. Quanto mais foco você tiver em identificar e afirmar características positivas, melhor será essa limpeza.

Se você considera que já se trata bem, que não se denigre de nenhuma forma, revise seus pensamentos, sentimentos, falas e atos com os demais, da mesma forma, se ocupe em buscar e afirmar elogios verdadeiros aos outros, e se você acha que já faz isso, com você e com os outros da mesma forma, na mesma proporção equilibrada, então talvez você já esteja com a virtude da limpeza que a Anthea se refere hoje, e está pronta ou pronto, apto a ser inspecionado, a ser verificado pelos outros, que como disse a Anthea, só encontrarão “trabalho honesto sendo realizado e que não importa de ser observado”. Você está pronta ou pronto para isso?

Enquanto ainda não estivermos prontos para essa inspeção, convêm praticar o exercício de “se limpar”, através do foco em buscar e afirmar a si e aos demais elogios verdadeiros, sinceros, encare isso como uma forma de “se limpar espiritualmente” e ao final do dia, reveja o dia, as relações, etc., e como nos demais dias, perdoe a si e aos demais pelas sujeiras que ainda não conseguiram se limpar, desculpe-se se necessário, doe amor mentalmente a todos que se relacionou hoje, e agradeça-os pelas oportunidades trocadas. Quem estiver fazendo a avaliação pela planilha, dê a si uma nota de 1 a 5, sendo 1 “tentei” e 5 “fui muito bem”. Que você tenha um ótimo dia e realize muito bem esse exercício.

Planilha de auto-avaliação

Download da planilha

Antes de fazer o download...

Continuar... ×

A centelha divina que habita em mim agradece a centelha divina que habita em você.

🙏🏽🙏🏽🙏🏽🙏🏽

Entre em contato