fbpx

Dia 13 - Incansabilidade

Incansabilidade é nunca se desapontar, é jamais permitir que algo tire a cor, a vivacidade, a beleza da vida. E, acima de tudo, incansabilidade significa nunca matar o amor. E por isso tem pouco a ver com o corpo. No lugar onde tijolos erguidos podem simplesmente cair ou construir um lugar onde as pessoas chorem, um sorriso pode construir uma nova fundação. A incansabilidade tem a ver com o espirito.

Incansabilidade é quando você está tranquilo numa posição mental específica e confere ao que estiver sendo feito a força imoderada da tranquilidade – seja ela a luminosidade de um sorriso ou a quietude da observação. Seja qual for a cor, ela é acrescentada à cena completa e imaculada. É, então, passar dessa cor para a seguinte sem hesitação, sem borrar os contornos; mudando de repente conforme a necessidade. Incansabilidade requer confiança. Também requer tal amor à vida que não haja o menor recuo para o passado ou anseio pelo futuro. O agora é belo e merece receber energia. Tudo é importante.

Às vezes, é possível ajudar a incansabilidade afastando-nos delicadamente da cena visível e focando a cena mental. Não vale a pena concentrar-se numa cena sem cor ou profundidade, mas além dela, alguém está chamando, há um trabalho a ser feito no silêncio. Quando você aprende a ouvir as necessidades a distância, não se cansa mais com a obviedade da vida. A mente sempre encontrará relevância... em algum lugar, silenciosamente.

A incansabilidade vem para quem tem consciência do tempo, para aqueles que reconhecem quão crítica a vida está, que cada momento oferece algo muito mais significativo do que o que é aparente e, também, que há muito sofrimento. Ela impede que você durma profundamente. Desenvolver uma consciência da vida que ultrapasse os nossos limites imediatos traz uma inquietação saudável que se usada de modo certo, imbuída de paz, é uma contribuição à transformação – algo tão invisível como os tijolos de uma fundação, mas igualmente importante. Para ter a incansabilidade que reconhece a importância das coisas não diretamente ligadas a você – mas que são assuntos maiores – é preciso ter poder. O poder vem de alcançar as alturas, ir além do imediato e, do alto, ter uma visão mais ampla da vida. E então permanecer nessa posição elevada: além do agora, além das barreiras, além dos relacionamentos, além dos sentidos, além do próprio corpo. Você deixa para trás a confusão e a estreiteza que tanto o deixam cansado e alcança o ar puro. Ar puro é o primeiro remédio.

Novamente, a fonte é o livro Beleza Interior, o livro das virtudes, da autora Anthea Church, editora Brahma Kumaris e edição eletrônica de 2013. Livro na amazon: http://a.co/fW3VFYA

A palavra incansabilidade não tem sinônimos nos dicionários da internet que pesquisei, mas encontrei a definição “qualidade do que é incansável”, então busquei por “incansável” e encontrei os sinônimos que se seguem:

27 sinônimos de incansável para 3 sentidos da palavra incansável:

  1. Que não se cansa: infatigável, inesgotável, imparável, indefesso.
  2. Que não desiste, nem descansa: obstinado, esforçado, aplicado, trabalhador, laborioso, diligente, solícito, persistente, perseverante, insistente, ativo, enérgico, firme, vigoroso, determinado, acirrado, afincado, aferrado.
  3. Que está sempre presente: presente, assíduo, constante, frequente, incessante.

Quando deixamos a mente, ou o ego no controle, geralmente observamos pensamentos e sentimentos relativos ao passado, ou ao futuro. Isso geralmente, toma muito tempo, gasta muita energia mental, e cansa! “O poder do agora”, é um livro em que o autor propõe a mudança do foco para o agora, e que guarda alinhamento com o pensamento sobre incansabilidade proposto pela Anthea, além de outros processos de desenvolvimento humano como o coaching. Mas por que direcionamos tantos pensamentos, tantas emoções, tantas energias para esses tempos? Se não é possível mudar o passado, e a construção do futuro se faz no agora? Já foi dito também, que passado em demasia é depressão, e futuro em demasia é ansiedade, então por que as pessoas que sofrem dessas dores simplesmente não “deixam disso”? Falar isso é fácil, mas o realizar, é bem diferente. Eckhart Toole, em seu livro, sugere que uma forma de realizar isso, é concentrando o foco no agora, através da auto-observação física, observando detalhadamente, e concentradamente os detalhes mais minuciosos de pequenos atos como o tato ao tocar numa maçaneta ou a movimentação muscular do braço para ir de encontro a maçaneta, e captar o máximo de percepções físicas do corpo nesses pequenos movimentos. Algumas linhas de meditação, sugerem algo semelhante, mas com os pensamentos que transitam na mente, porém não gastando energias com o pensamento, deixando que eles se esvaiam da mente, até o completo cessar de pensamentos na mente, mesmo que isso ocorra por pequenos instantes, já é um sucesso. A Brahma Kumaris, instituição que a autora de Beleza Interior faz parte, ensina o Raja Yoga, uma vertente de meditação de olhos abertos que tem essa técnica para alcançar o estado meditativo. E o que isso traz de benefícios? Adianta alguma coisa? Bem, cada um tem percepções diferentes, em cada técnica ou processo, mas posso falar, das minhas experiências, que o processo de auto-observação do poder do agora, me proporcionou uma calma, um relaxamento físico bem interessante, e ao mesmo tempo, por incrível que isso possa parecer para quem nunca fez o exercício, o raciocínio se tornou mais coeso e fluído após realizar essa técnica, quanto a meditação Raja Yoga, requer um pouco mais de imaginação, e dedicação, momentos de repouso físico, etc. eles tem um curso de fim de semana nas filiais espalhadas pelo mundo especificamente para ensinar isso adequadamente, mas minhas percepções durante e após meditações com essa técnica, é de um sentimento de alegria e paz interior muito agradável e positivo. E quanto mais fiz uma ou a outra técnica mais me senti bem e voltando a virtude de hoje, percebi uma maior disposição mental, mais incansável, e situações do dia-a-dia tive mais tranquilidade em resolver.

Então, no dia de hoje, tente tirar uns 5 minutos entre um e outro compromisso do dia, em local fisicamente seguro para isso, para se concentrar em se observar fisicamente, a respiração, movimentação de músculos durante movimentos, etc. ou para realmente em repouso físico, se concentrar em deixar que pensamentos que vem a mente saiam, sem que você os alimente, apenas responda-os “ah ok”, ou “ah está bem”, e deixe que se vão. E ao final do dia, reflita sobre como se sentiu durante esses momentos, e como foram eventos posteriores a estes momentos, no que se refere ao seu mental e seu emocional, se você não puder, ou não quiser fazer, não há problema, mas é um exercício que pode trazer grandes ganhos e muitas descobertas sobre uma pessoa muito importante para você, você mesmo. Se realizar o exercício, desculpe-se com você pelos momentos em que não conseguiu realizar o exercício, é apenas uma experiência, perdoe-se e aos outros pelas situações que não contribuíram entre si pelo bom relacionamento ou resolução de questões, e faça um abraço amoroso mentalmente com essas pessoas, e agradeça a todos pelo dia. Quem estiver fazendo a avaliação pela planilha, dê a si uma nota de 1 a 5, sendo 1 “tentei” e 5 “fui muito bem”. Que você tenha um ótimo dia e realize muito bem esse exercício.

Planilha de auto-avaliação

Download da planilha

Antes de fazer o download...

Continuar... ×

A centelha divina que habita em mim agradece a centelha divina que habita em você.

🙏🏽🙏🏽🙏🏽🙏🏽

Entre em contato