fbpx

Dia 12 - Humildade

A humildade não desconsidera nada e leva sério até as pequenas coisas. É o reconhecimento de que tudo o que existe na vida e está a sua frente deve ser respeitado como algo que o ajudará a progredir e que dentro das grandes coisas muitas vezes há pouco, mas dentro das pequenas, há sempre uma enormidade.

A humildade não estende a mão para querer mais, só aceita o que está disponível. Seja alimento, roupa ou entendimento. Às vezes, há muito disponível, outras, apenas um pouco. Não importa. Mesmo quando você não entende algo, não há preocupação, pois na humildade existe a confiança de que se a pessoa se sente como um filho de Deus, tudo virá de algum modo, no momento certo. E conhecimento no momento errado é tão perigoso quanto ignorância.

A humildade também é a base sobre a qual as coisas podem acontecer: é o cuidado e a simplicidade a partir dos quais se pode criar. Como nela não existe a expectativa de brilhantismo, a tarefa acontece com mais naturalidade, sem a preocupação do que os outros vão pensar ou dizer. É bom conviver com uma pessoa humilde. Ao lado dela nos sentimos muito bem e porque ela se respeita, nada diminui, tudo reforça sua beleza, porque metade já foi realizado.

Por trás de toda a tarefa criativa precisa haver humildade, porque a humildade é neutra e sobre o neutro, as cores e as formas do trabalho são mais claras de se ver e de moldar. Se um novo mundo estivesse por vir, precisaria dessa base tranquila sobre a qual forma-se para permanecer igual enquanto as coisas estivessem mudando.

Portanto, a humildade é especial, ainda que às vezes seu disfarce seja tão comum. Pois quando algo valioso está se formando, o ordinário e o ruído são às vezes necessários para desviar a atenção daquilo que está crescendo. A humildade, numa pessoa que não se preocupa com a reputação, pode vestir facilmente o disfarce para que o trabalho verdadeiro não seja visto.

Humildade é a disposição voluntária em ser útil no que for necessário, não importa quão fora de caráter possa parecer; porque na humildade, a individualidade foi trocada pela tarefa na qual se está envolvido. O silêncio, neste caso, é a aceitação inquestionável do que precisa ser feito.

A humildade é rara, porque para possuí-la, você precisa não querer nada. E quando a tem, você consegue tudo.

Novamente, a fonte é o livro Beleza Interior, o livro das virtudes, da autora Anthea Church, editora Brahma Kumaris e edição eletrônica de 2013. Livro na amazon: http://a.co/fW3VFYA

29 sinônimos de humildade para 5 sentidos da palavra humildade:

  1. Modéstia e simplicidade: modéstia, simplicidade, naturalidade, despojamento, despretensão, desafetação, frugalidade, singeleza.
  2. Submissão e obediência: submissão, obediência, respeito, acatamento, deferência, sujeição, passividade.
  3. Falta de luxo: sobriedade, austeridade, parcimônia, moderação, discrição.
  4. Pobreza: pobreza, penúria, privação, indigência, carência.
  5. Sentimento de inferioridade: inferioridade, rebaixamento baixeza, fraqueza, pequenez.

Humildade vem de húmus, palavra latina que significa terra, ou plano. Então humildade pode ser entendida como estar no mesmo plano. Muitas vezes, a humildade é compreendida por algumas pessoas como humilhação, mas se estamos no mesmo plano, é uma ilusão se considerar inferior, ou considerar o outro inferior. Tão ilusória quanto o extremo oposto da arrogância, de “se achar” mais que o outro. Trabalhar a humildade é trabalhar a visão de si mesmo, e de todos os demais seres humanos encarnados, ou desencarnados, e conscientizar-se que todos somos iguais, somos centelhas divinas, e que aquilo que nos distingue, nada mais sé do que ilusão, rótulos temporários, etc. Falar isso é muito fácil, mas praticar isso, é desafio da encarnação, pois conseguir internalizar, por exemplo, que um político que guardamos afinidade, um que guardamos repulsa, e nós mesmos, somos todos iguais, é um belo desafio, mas é a mais pura verdade espiritual que podemos tentar entender, concordemos ou não. Nem mesmo criminosos ou heróis, são realmente diferentes na essência, e trabalhar isso em si mesmo, que não somos heróis, vítimas, ou vilões, mas apenas exercemos essas personagens no teatro prático da vida, é trabalhar a própria humildade.

Então, no dia de hoje, vamos limpar nossas lentes, e enxergar que aqueles que passarem pelo nosso caminho hoje, são irmãos, são iguais, são semelhantes, etc. E ao final do dia, reveja estes encontros, desculpe-se mentalmente pelos momentos em que você se humilhou ou se exaltou, perdoe-se e aos outros pelas situações de falta de humildade mutua, e faça um abraço amoroso mentalmente com essas pessoas, e agradeça a todos pelo dia. Quem estiver fazendo a avaliação pela planilha, dê a si uma nota de 1 a 5, sendo 1 “tentei” e 5 “fui muito bem”. Que você tenha um ótimo dia e realize muito bem esse exercício.

Planilha de auto-avaliação

Download da planilha

Antes de fazer o download...

Continuar... ×

A centelha divina que habita em mim agradece a centelha divina que habita em você.

🙏🏽🙏🏽🙏🏽🙏🏽

Entre em contato